A Resposta (The Help) – Kathryn Stockett

Oi gente! Depois de mais de um ano de ausência, estou de volta, com domínio próprio e tudo! Muita coisa aconteceu nesse tempo que fiquei sem blogar, e com o tempo vou contando pra vocês, mas por enquanto, que tal uma resenha nova? O livro de hoje se chama “A Resposta” (em inglês, The Help). O livro é maravilhoso! Muita gente já deve ter visto o filme que foi baseado nele, chamado “Histórias Cruzadas”, e se não viram, recomendo não só que vejam mas que leiam o livro também!

Capa internacional de “A Resposta”

Skeeter é uma moça branca comum do Mississipi; ok, talvez não tão comum assim, já que ela sempre foi gentil com as empregadas que servem as casas que ela frequenta, mas até voltar da universidade e não encontrar sua amada Constantine – a mulher que a criou e empregada de sua casa – ela não havia se dado conta de como a segregação racial em sua cidade definia linhas, e de como essas linhas a incomodavam! Ela consegue um emprego no jornal da cidade para escrever uma coluna de cuidados domésticos, e, como não sabe nada sobre o assunto – como qualquer mulher branca de “boa família” – pede a ajuda de Aibileen, a empregada de sua amiga Elizabeth.

Aibileen é uma mulher inteligente e querida por sua comunidade, mas que não é mais a mesma desde que seu único filho, Treelore, morreu. Ela cria a filha de Elizabeth, que visivelmente não tem dotes para ser mãe, e tenta ensinar para a pequena Mae Mobley sobre como ela é querida e especial – mesmo que seus pais não pareçam ver isso. Sua melhor amiga é a também empregada Minny, que foi muito corajosa ajudando Aibileen a retomar a vida depois da morte do filhos, mas que não parece tão corajosa para enfrentar os próprios problemas.

Minny é a melhor cozinheira do Mississipi, mas é também a mulher mais tagarela que se possa imaginar, e, por isso mesmo, já perdeu muitos empregos. Depois de perder mais um – e dar o azar de ser difamada pela senhora branca mais terrível e influente da cidade, Hilly Holbrook, amiga de infância de Skeeter – Minny começa a trabalhar para uma mulher nova na cidade, que não sabe seus segredos mas que guarda os próprios.

Essas três mulheres, que aparentam ter tão pouco em comum, se reunem para um projeto: mostrar a verdadeira face da situação empregatícia das empregadas negras do Mississipi na década de 60, contando as histórias que essas empregadas passaram ao longo da vida. O projeto é arriscado (era ilegal falar sobre integração racial), mas é importante para elas, cada uma por seus motivos.

A narrativa é simples, direta e muito emocionante. O livro é narrado dos pontos de vista da Skeeter, da Aibileen e da Minny, e é difícil escolher uma favorita! A melhor parte desse tipo de narrativa, na minha opinião, é que você pode ver com mais detalhes o núcleo em que cada uma delas vive, além de ver as partes que são comuns às três. A história é emocionante, e termina deixando aquela curiosidade típica: “e como fica a vida delas depois disso?”, mas não te deixa sentindo que faltou alguma explicação. Amei e recomendo com gosto!

É bom estar de volta! Feliz 2013 (atrasado!) e até a próxima!


5 thoughts on “A Resposta (The Help) – Kathryn Stockett

    • Pode deixar, brimo! Logo logo tem mais resenhas novas, mas enquanto isso, vai lendo as antigas que eu tô repostando aos poucos (e ignore minhas tosquices de blogueira iniciantes, plz!).
      Beijos! =)

  1. Ninna!!
    Fiquei muito feliz em ter você de volta na blogosfera!
    Não pelo fato de saber da sua paixão pela leitura ou por ser sua amiga, mas sim por saber o tanto que você gosta do que faz e também porque você o faz muito bem!!

    Curti a resenha do livro, e acho que ele será um dos primeiros que pegarei emprestado da sua estante!!
    “)
    Foi você que liberou!
    hehehehe

    Beijão xuxu!!
    Espero ver várias resenhas por aqui!
    Seja bem-vinda novamente!

Tem algo a acrescentar?