A Villa (The Villa) – Nora Roberts

Oi! Tudo bem com vocês? Eu vou levando a vida, resolvendo os “pepinos” que aparecem por aí… prontos pra mais uma novidade? Hoje é de dia de “A Villa”.

Eu li esse livro esse fim de semana, porque precisava de alguma coisa leve e divertida, com um pouco de mistério, então nada melhor que ler algo da Nora, certo? Essa é a história da família italiana (mais um motivo pra eu escolher esse livro) Giambelli, onde três gerações de mulheres, a nonna Tereza, a mamma Pilar e a figlia Sophia, administram suas vidam em meio a colheita e produção de vinho na empresa Giambelli, que está completando seu primeiro século.

Tereza é casada com Eli MacMillan, que tem um neto, Tyler MacMillan, um bonitão que trabalha nos vinhedos da empresa MacMillan, também produtora de vinhos. Eli é o segundo esposo de Tereza, padrasto de Pillar e o único avô que Sophia conheceu. Tereza é uma mulher de personalidade forte, que coloca os negócios em primeiro lugar, e que resolve fazer a fusão de sua empresa com a empresa MacMillan, obrigando, assim, Sophia e Tyler a trabalharem juntos na nova empresa que surgiu.

Sophia é sofisticada, inteligente, uma mulher nascida para os escritórios. Tyler é um homem bonito, rústico e um homem do campo. Gosta de cuidar de seus vinhedos e não aprova nem um pouco a ideia de ter Sophia por perto. Os dois acabam tendo que se unir, já que várias sabotagens e ameaças ameaçam o império Giambelli-MacMillan – além, logicamente, da atração fatal que acontece entre os dois, que se transforma em um amor intenso.

O livro ainda fala sobre a história de Pilar, mamma de Sophia, uma mulher delicada, inteligente e frágil. Ela se casou com Tony Avano, pai de Sophia, e não ficou muito tempo com ele: o fraco que ele tinha por mulheres os levou a um casamento apenas no papel. Tony acaba se envolvendo com Rene Foxx, uma mulher mais jovem, linda e ambiciosa. O casamento com Pilar chega a um fim quando Rene finalmente o convence a se casar de novo, dessa vez com ela mesma. Pilar pensa que não vai se recuperar do choque, mas aí entra o novo presidente-fiscal-executivo da empresa Giambelli-MacMillan: David Cutter. Pai de dois filhos adolescentes, David é separado da mulher, que nunca ligou para a família, e a abandonou na primeira oportunidade. O romance entre ele e Pilar é rápido, intenso, e apaixonante, criando uma história de amor muito delicada.

E apesar desse enredo maravilhoso, eu me decepcionei tremendamente com o livro. Nunca pensei que fosse dizer isso sobre Nora Roberts, mas o dia chegou. A história é boa em alguns pontos, e as personagens são ótimas, mas a trama é tão cheia de coisas, que eu sinto que muita coisa ficou vaga, ou em segundo plano. Sem contar que a Nora inseriu cenas que só fizeram ocupar espaço, não acrescentando muito à história, e enchendo o livro. Uma pena, porque a história realmente tinha tudo pra ser ótima, só que foi meio sub-aproveitada!

Bom, eu não gosto de resenhar um livro que eu não gostei, sei que isso influencia algumas pessoas, mas se vocês gostam do trabalho da Nora, não deixem de ler! Eu acredito que um autor é bom mesmo que tenha obras não tão boas, e mesmo que a história não tenha sido bem amarrada, o estilo de escrita, e as personagens são impecáveis, como sempre! Beijos a todos, e até a próxima!


One thought on “A Villa (The Villa) – Nora Roberts

  1. Pingback: Bellissima (Homeport) - Nora Roberts - O Mundo da Marina

Tem algo a acrescentar?