A Cabana (The Shack) – William P. Young

Posted on

Oi! Brasília está fria hoje, cheia de neblina e linda demais! Comemorando meu tempo preferido e o fato de que meu stress do início da semana foi – felizmente – substituído por uma alegria gigante, um livro lindo, que me surpreendeu muito. Hoje é dia de “A Cabana”.

A filha mais nova de Mackenzie Allen Philip foi raptada durante as férias em família e há evidências de que ela foi brutalmente assassinada e abandonada numa cabana. Quatro anos mais tarde, Mack recebe uma nota suspeita, aparentemente vinda de Deus, convidando-o para voltar àquela cabana para passar o fim de semana. Ignorando alertas de que poderia ser uma cilada, ele segue numa tarde de inverno e volta a cenário de seu pior pesadelo. O que encontra lá muda sua vida para sempre.”

Tenho quase certeza de que este livro foi um presente da minha mamma. Dificilmente eu iria à livraria para comprar um desses, já que livros sobre fé, na minha limitada experiência, envolvem religiões tradicionais e mesclam o conceito de divindade com um templo. Como creio em um Ser Superior, mas não em religiões, acabo por evitar livro desse gênero. Nunca desprezo nada que ganho, nem abandono uma leitura, então acabei por ler este e gostar muito.

A história em si é simples, já que o protagonista passa o fim de semana em uma cabana com versões de Deus, do Espírito Santo e de Jesus, e ali exorciza seus demônios pessoais – a perda da filha para um assassino serial, o trauma de infância com o pai, a ligeira perda da fé – e reencontra a si mesmo. Não é um livro feliz, mas é belo. É recheado de lições sobre o amor, o perdão, a tolerância, e me senti acalentada em vários pontos da leitura. Aliás tive a sensação de que a história me respondeu coisas que eu perguntava a mim mesma desde a época em que era católica fervorosa, e que me deixavam muito desorientada.

Não vou falar das personagens, porque a ideia do livro é ajudar o leitor-alvo a se (re)encontrar, e a (re)encontrar sua fé. Não estou dizendo que vai incitar conversões, e nem acho que seja esse o maior mérito: não sei se o objetivo do autor era evangelizar e converter (dá pra ver as influências religiosas claramente), mas pra mim o alcance é outro: o livro faz pensar e ajuda a entender. Eu recomendo esse livro. Mas já sei (e aviso): não é para todo mundo!

Espero que tenham gostado! Bom resto de semana para todos e até a próxima!


4 thoughts on “A Cabana (The Shack) – William P. Young

  1. Simplesmente lindo…. Não contive as minhas lágrimas. Este livro me abriu a mente e me fez acreditar que Deus também pode me perdoar pelos meus pecados e que de fato….. O perdão existe sim ! Sua misericórdia é tão plena que vai além de todo conhecimento humano….. Recomendo.

    • Oi Jaqueline! Também senti um calorzinho no coração ao aprender um pouco sobre perdão! Gostei muito desse livro!

      Obrigada pela visita, volte mais vezes! 🙂

      Beijos!

Tem algo a acrescentar?