Castelli di Rabbia – Alessandro Baricco

“Accadono cose che sono come domande. Passa un minuto, oppure anni, e poi la vita risponde”

Alessandro Baricco – Castelli di Rabbia

Oi! Os dias andam perfeitos em Brasília: chuvosos, cinzentos e com um toque de romance – sempre acho que o tempo cinzento é romântico – e eu fico inspirada e sorridente. Pra combinar com meu humor sonhador e abobalhado, um livro italiano, trazido na mala no ano passado e morador do meu coração desde que o li, “Castelli di Rabbia” (infelizmente ainda não traduzido no Brasil).

castellidirabbia

“O título vem da raiva do autor e dos castelos do sonho de uma criança. O romance é ambientado no século XIX, em uma cidade imaginária, Quinnipak; Ele é generoso em apresentar histórias e personagens, cada um com seus sonhos e personalidades. E entre eles estão o Sr. E a Sra. Rail, que se amam num amor bem particular, e que o pequeno Benth com seu amigo Pekisch, e dois grupos que saem dos extremos do país para encontrarem-se. A narrativa é construída como um edição cinematográfica e orquestrada como uma partitura musical, que deixa uma sensação de prazer ao escutar. Em Quinnipak existe uma locomotiva chamada Elizabeth, a locomotiva do Sr. Rail. Em Quinnipak ouve-se o umanófono, o instrumento do Sr. Pekish. Quinnipak é um lugar que você iria procurar em vão em mapas. No entanto está lá.”

No início do ano, depois de voltar de viagem e pagando minhas horas de recesso no trabalho tirei esse livro da estante. Fiquei encantada com o que encontrei, porque na realidade eu o comprei por indicação da minha professora de italiano da Itália – não sabia do que se tratava, não sabia o que esperar, e encontrei fantasia e uma história bonita e agridoce.

Aliás, falando em narrativa, é bom esclarecer que a desse livro é um tanto diferente, já que se passa em um local fictício e segue acontecimentos meio que fantásticos, ainda que ancorados na realidade. As personagens ajudam nessa ideia de diferente, e minhas preferidas foram a Sra. Rail – que não é vilã nem mocinha, nem santa nem pecadora, e que carrega consigo todo um misticismo maravilhoso – e o menino Benth. Os moradores de Quinnipak, a própria cidade e a história que nela acontece são elementos perfeitos pra um livro bem diferente e muito bom. Recomendo!

Espero que tenham gostado! Boa semana para todos nós e até a próxima!


2 thoughts on “Castelli di Rabbia – Alessandro Baricco

Tem algo a acrescentar?