A Conspiração Franciscana (The Franciscan Conspiracy) – John Sack

Posted on

Oi! Acordei incrivelmente cansada, e minhas noites sem dormir estão me deixando meio esquisita, o que me deixa meio confusa sobre o que resenhar. Resolvi falar sobre um livro que, à época do lançamento, eu estava doida pra ler, mas que não se provou tão bom quanto eu esperava. Hoje é dia de “A Conspiração Franciscana”.

“Em 1230, a Ordem dos Franciscanos dissimulou os estigmas da pele de São Francisco de Assis e escondeu o lugar exato de sua tumba, que só seria descoberta 600 anos depois. Pouco antes de morrer, frei Leo, um grande companheiro de São Francisco, escreve uma carta de despedida para seu amigo Conrad e esconde nos ornamentos do pergaminho uma mensagem que faz referência a acontecimentos misteriosos da vida do santo. Preocupado com as possíveis implicações políticas e religiosas da carta, Conrad abandona seu isolamento nas montanhas e atravessa a Itália para encontrar explicações. Que motivação estaria por trás da atitude de frei Leo? E por que mandara uma mensagem cifrada? Ao buscar respostas, Conrad descobre uma armação de altos membros do clero para proteger um segredo que poderia destruir a Ordem e abalar os alicerces da Igreja Católica, colocando em risco sua vida, seus votos e sua própria fé.”

Eu não me lembro de como esse livro veio parar na minha estante, mas acredito que tenha sido mais um presente da minha mamma. O que me lembro bem é que fiquei feliz por ganhá-lo, pois tinha curiosidade de conhecer a história, mas fiquei desapontada quando descobri logo do que se tratava o tal segredo – que nem me pareceu horrendo assim, ainda que eu entenda a repercussão histórica.

O livro em si é bem fácil de ler, a narrativa flui ok e dá pra entender o que o autor que expressar em cada passagem, mas o título enganoso e as personagens que não conquistam dificultaram minha afeição por ele. Em termos de história, o grande problema não é o quanto a narrativa é lenta – e isso ela é mesmo! Se começou a ler esse livro procurando por investigações cheias de ação, está lendo o autor errado -, é o fato de que a história narrada não é aquela prometida nos resumos e na quarta-capa.

As personagens, como eu disse, não me conquistaram. Conrad é chato, desconfiado e não sabe nem o que quer. Além disso achei que ele era meio grosso. Só gostei mesmo de Amata, que vive as “aventuras” de Conrad com ele, e que não é uma mosca-morta. O ponto alto da história, no fim das contas, foi cada vez que uma cidade italiana era descrita: alimentei meu sonho de visitar o bel paese através de livros com essas descrições por muitos anos. No geral, um livro que não recomendo, já que é fraquinho e sem nada pra acrescentar. Tem muita coisa melhor por aí!

Espero que tenham gostado! Bom resto de semana para todos e até a próxima!


4 thoughts on “A Conspiração Franciscana (The Franciscan Conspiracy) – John Sack

  1. Poxa vida!
    Fui ler a resenha super contente e me deparo com essa decepção!
    Quero narrativa lenta não… já tenho umas 5 aqui na fila que não anda, já que chegam livros novos que furam a fila!
    heheheheheheh

    Beijinhos Ninna!!

Tem algo a acrescentar?