Doce Relíquia Mortal (Remember When) – Nora Roberts e J. D. Robb

Oi! Era pra ter saído uma resenha na quinta passada, mas eu me enrolei toda e acabei não conseguindo postar nada, então peço desculpas! Pra hoje, no entanto, estou aqui com um dos livros intermediários da Série Mortal, que eu li em inglês mas que, felizmente para os fãs brasileiros, foi traduzido e publicado não muito tempo atrás. É dia de “Doce Relíquia Mortal”, que apesar do título cafona e mal traduzido é bem legal!

capa p prova

Pode conter spoilers involuntários de livros anteriores

“Laine Tavish é a conhecida dona da Doce Relíquia, uma encantadora loja de antiguidades. Seus clientes, no entanto, nem imaginam que ela é filha de um trapaceiro conhecido pela polícia e que cresceu como uma fora da lei, sempre se mudando de cidade. Mas o passado de Laine acaba por alcançá-la. Seu tio há muitos anos desaparecido visita a Doce Relíquia e deixa um misterioso alerta antes de morrer atropelado por um carro. Logo em seguida, a casa de Laine é saqueada. Agora, as respostas sobre quem a persegue – e por quê – precisam ser encontradas por ela e pelo enigmático e atraente Max Gannon. E uma fortuna em diamantes roubados e desaparecidos faz parte desse mistério.

Décadas depois, na Nova York do ano 2059, uma boa parte do velho tesouro que Laine e Max tanto buscaram continua sumida. Mas agora há mais alguém à procura dos diamantes; uma pessoa disposta a matar por eles. Doce Relíquia Mortal é uma jornada eletrizante onde se misturam o romance e a emoção nos dias de hoje com o suspense futurístico de várias décadas adiante. É uma história cheia de trapaças e segredos, de mulheres fortes e homens fascinantes – uma combinação incrível das duas facetas de Nora Roberts, autora amada por fãs de todo o mundo.”

A premissa do livro por si só já foi bem interessante pra mim, então quando ele apareceu na minha casa, em uma das três caixas enormes, cheias de romances que uma das minhas tias enviou, acabei por pegar pra ler. Devorei a história em pouco tempo, especialmente considerando-se que era a primeira semana de trabalho e eu estava fazendo malabarismos com os meus horários. Não tinha como resistir, na realidade: romance, mistério e um relacionamento maluco à la Nora em seus momentos de maiores picos de inspiração – que tipo de pessoa fala em casamento com alguém que acabou de conhecer, AFIRMANDO que é isso que vai acontecer? Pois é, as personagens da Nora.

As duas histórias se conectam e o resultado disso é muito bem feito. Pra quem não leu o livro na ordem da série, não é um problema: a história não interfere no fluxo dos acontecimentos então não é como se se perdesse nada, caso você não queira lê-lo. Recomendo, no entanto: Laine é uma personagem ótima e a combinação dela com Big Jack e com Max Gannon é uma das coisas mais legais que a Nora já criou. Recomendo muito!

Espero que tenham gostado! Boa semana para todos nós e até a próxima!


2 thoughts on “Doce Relíquia Mortal (Remember When) – Nora Roberts e J. D. Robb

Tem algo a acrescentar?