Living Dead in Dallas – Charlaine Harris

Oi gente! Então, inspirada pela minha semana produtiva com relação a leitura, resolvi transformar essa semana em uma semana produtiva de resenhas também, e quem ganha, LÓGICO, são vocês, que podem ler sobre mais livros aqui no blog! Tem um tempão que eu resenhei “Dead Until Dark”, mas como eu adooooro a série de livros, resolvi trazer minha opinião sobre o segundo livro, que no Brasil ganhou o nome – péssimo, na minha opinião – de Vampiros em Dallas (prefiro o original, ou pelo menos a tradução literal. Sinceramente era menos horrível que a brasileira!). Vamos então?

Essa resenha pode conter spoilers involuntários da série

Nesse segundo volume da série, Sookie encontra Lafayette morto no carro do Andy Bellefleur, e logo descobre que ele participou de uma orgia na cidade, e resolve investigar para saber o que levou à morte de seu amigo. Enquanto ela está nessa investigação, Eric a convoca, juntamente com o Bill para ir até o Fangtasia(eu não tenho ideia de como é o nome do bar em português!) para uma conversa. Só que no caminho, Sookie é atacada por uma bacante, e tem que se submeter a um tratamento com uma “médica de seres sobrenaturais” e à uma limpeza de seu sangue feita por Eric, Pam, Chow e Bill. Depois desse ferimento e da nova confusão que apareceu em seu caminho por causa da bacante, Sookie só quer descansar, mas Eric diz que ela e Bill devem partir em missão para Dallas, onde Sookie deve ajudar um líder local, Stan Davis, a encontrar seu irmão desaparecido.

Como se procurar vampiros em uma cidade grande e desconhecida já não fosse um problema, Sookie descobre que o desaparecimento do vampiro tem relação com a Sociedade do Sol, um suposto culto religioso que, lógico, acaba se revelando mais sinistro do que seria de se esperar se não fosse um dos livros da Sookie, né? Gente, maravilhoso o livro! Eu tenho que confessar que eu acho que a série pega mais ritmo mais frenético a partir do terceiro livro, “Club Dead”, mas esse é muito bom, assim como o primeiro!

Super-mega recomendo, até porque mesmo que esse livro não seja o mais “ágil” da série, na minha humilde opinião, ele é que leva para os outros, né, então temos que ler ;) nesse livro eu tive um pouco menos de simpatia pelo Bill, afinal é aqui que ele começa a se “revelar” como um homem não tão atencioso como eu pensei que ele era, e o Eric bonitão definitivamente subiu no meu conceito ;)

Bom gente, espero que tenham gostado! Beijos a todos, e até a próxima! Ah! E não deixem de checar as novidades que eu levo lá pro “O dia da Lila”! Beijinhos gente, até!

The Southern Vampire Mysteries:

1- Dead Until Dark (Morto até o anoitecer)

2- Living Dead in Dallas (Vampiros em Dallas)

3- Club Dead (Clube dos Vampiros)

4- Dead to the World (daqui em diante ainda não lançados no Brasil)

5- Dead as a Doornail

6- Definitely Dead

7- All Together Dead

8- From Dead to Worse

9- Dead and Gone

10- Dead in the Family

11- Dead Reckoning(esperado em Maio de 2011, lá nos EUA)


6 thoughts on “Living Dead in Dallas – Charlaine Harris

  1. Pingback: Essa Semana #19 - O Mundo da Marina

  2. Pingback: Dead as a Doornail - Charlaine Harris - O Mundo da Marina

  3. Pingback: Definitely Dead - Charlaine Harris - O Mundo da Marina

  4. Pingback: From Dead to Worse - Charlaine Harris - O Mundo da Marina

  5. Pingback: Dead in the Family – Charlaine Harris | O Mundo da Marina

  6. Pingback: Dead Reckoning – Charlaine Harris | O Mundo da Marina

Tem algo a acrescentar?