A Livraria 24 Horas do Mr. Penumbra (Mr. Penumbra’s 24-Hour Bookstore) – Robin Sloan

Posted on

Oi! Hoje é o primeiro dia da minha única semana de férias, e eu, olha que legal, tive uma noite insone. Como estou cansada e querendo mais férias, escolhi falar de um livro de que não gostei muito, pra combinar com meu humor estranho. Vamos conhecer o misterioso Senhor Penumbra e sua fantástica Livraria.

Abril-A-Livraria-24hr-do-Mr.-PenumbraA recessão econômica obriga Clay Jannon, um web-designer desempregado, a aceitar trabalho em uma livraria 24 horas. A livraria do Mr. Penumbra — um homenzinho estranho com cara de gnomo. Tão singular quanto seu proprietário é a livraria onde só um pequeno grupo de clientes aparece. E sempre que aparece é para se enfurnar, junto do proprietário, nos cantos mais obscuros da loja, e apreciar um misterioso conjunto de livros a que Clay Jannon foi proibido de ler. Mas Jannon é curioso…

Esse livro foi um presente do meu pai, pra ser minha companhia na Itália. Foi o único livro que eu li enquanto estava lá pelo simples fato de que eu passeava e estudava muito, então deixei os livros descansando. Escolhi este na livraria do Aeroporto de Brasília, que não tem lá muitas opções, porque era uma história sobre uma livraria misteriosa – e esse tema me agrada, vide “A Sombra do Vento” – só que acabei bem decepcionada.

A narrativa é fácil de entender, mas a história não é como prometido nas capas. Clay se envolve com uma menina que trabalha no google, e ao invés de investigar do jeito “detetive-à-moda-antiga”, ele e a moça – que se chama Kat – usam recursos tecnológicos para descobrir o que há por trás dos livros misteriosos nos cantos da livraria. Só que isso meio que quebra a magia da coisa, e os dois não me parecem lá muito respeitosos das crenças alheias. Unindo-se isso à narrativa cansativa, parada e até mesmo meio repetitiva, fica difícil gostar da história.

As personagens não ajudaram muito: Clay é um mané, Kat é uma chata com complexo de Deus e toda a miríade de personagens secundários dá sono e preguiça. Só gostei mesmo do Mr. Penumbra, mas ele sozinho não consegue salvar uma história que tinha uma premissa tão boa mas tão mal executado! Não recomendo esse livro, e espero que vocês encontrem coisa melhor por aí!

E é isso! Espero que tenham gostado, boa semana para todos e até a próxima!


3 thoughts on “A Livraria 24 Horas do Mr. Penumbra (Mr. Penumbra’s 24-Hour Bookstore) – Robin Sloan

  1. Oi, NIna.
    Comprei um exemplar digital desse livro numa promoção que a Novo Conceito fez e depois de ler a sua resenha fico feliz de ter pago baratinho nele! hehehe Eu adoro livros sobre livros, sobre livrarias e tudo mais e por isso fiquei interessada nesse livro. Enfim… Acho que escolhi esse livro pelos mesmos motivos que você e por isso acredito que também vai me decepcionar. Que pena!!
    Recebi um exemplar de A Vida do Livreiro A. J. Fikry e espero que seja mais interessante!!
    beijos
    Camis

    • Oi Camis!

      Pois é, eu até fui ver no skoob, mas parece que muita gente se decepcionou com ele, então não estou tão sozinha – achei que ele tinha feito sucesso. Vou esperar sua resenha pra “A Vida do Livreiro A.J.Fikry” ansiosa!

      Um beijão!

  2. Pingback: Retrospectiva Literária de 2014 - O Mundo da Marina

Tem algo a acrescentar?