A Menina que Não Sabia Ler (Florence and Giles) – John Harding

Oi! Faz calor em Brasília, e hoje voltei para a UnB depois de um ano fora. Fiquei pensando no que resenhar e escolhi o livro de hoje por ter sido inspirado em grandes autores da Literatura Inglesa como Poe e Henry James. Como eu estudo Letras – Inglês, nada mais apropriado. A resenha está saindo nesse horário porque tenho aulas a manhã toda mas assim que eu puder definir um horário certo, o farei. No mais hoje é dia de conhecer a menina Florence.

“1891. Nova Inglaterra. Em uma distante e escura mansão, onde nada é o que parece, a pequena Florence é negligenciada pelo seu tutor e tio. Guardada como um brinquedo, a menina passa seus dias perambulando pelos corredores e inventando histórias que conta a si mesma, em uma rotina tediosa e desinteressante. Até que um dia Florence encontra a biblioteca proibida da mansão. E passa a devorar os livros em segredo. Mas existem mistérios naquela casa que jamais deveriam ser revelados. Quem eram seus pais? Por que Florence sonha sempre com uma misteriosa mulher ameaçando Giles, seu irmão caçula? O que esconde a Srta. Taylor? E por que o tio a proibiu de ler? Florence precisa reunir todas as pistas possíveis e encontrar respostas que ajudem a defender seu irmão e preservar sua paixão secreta pelos livros – únicos companheiros e confidentes – antes que alguém descubra quem ousou abrir as portas do mundo literário. Ou será que tudo isso não seria somente delírios de uma jovem com muita imaginação?”

Quem me emprestou esse livro foi a Su, que é amiga da minha família há anos e leitora voraz. Ela não tinha gostado da história e isso me deixou curiosa para conhecer o motivo. Peguei o livro emprestado e devorei rapidinho, já que ele é bem pequeno. Acabei concordando em parte com a Su, e o livro não foi um dos meus preferidos.

A sinopse me chamou muito a atenção, afinal, segredos em mansões, bibliotecas proibidas e o clima frio que permeia a narrativa costumam ser exatamente o tipo de coisa de que eu gosto, mas na hora da leitura me dei conta de que a história em si era bem bobinha. Tudo se passa meio correndo, mal explicado, e a tentativa de ser um Poe é bem falha, faria minha amiga Ju rir sem parar – ela faz mestrado em literatura e sua análise é de Poe. Sem contar que o que parecia tão fantástico nas orelhas do livro e nas resenhas que li por aí é muito raso, sem aprofundamento nem avanços interessantes no enredo.

As personagens são ainda mais decepcionantes: Florence, que eu achei que ia ser corajosa, não passa de uma desmiolada que precisa ser internada – e acho que aí reside o maior problema: em nenhum momento fiquei em dúvida se ela estava inventando fatos na cabeça ou se haveria mesmo um mistério enterrado. Achei o tempo todo que ela não era muito certa das ideias, e como a intenção do livro era provocar essa dúvida, a falha ficou bem evidente.

No todo um livro bem decepcionante, que eu não recomendaria. Tem muita coisa melhor por aí!

Espero que tenham gostado! Boa semana para todos e até a próxima!


2 thoughts on “A Menina que Não Sabia Ler (Florence and Giles) – John Harding

  1. Oi adorei.. muito obrigado, depois de ter lido sua resenha…me interessei pelo livro….mas vc já leu o livro reverso … se trata de um livro arrebatador…ele coloca em cheque os maiores dogmas religiosos de todos os tempos…..e ainda inverte de forma brutal as teorias cientificas usando dilemas fantásticos; Além de revelar verdades sobre Jesus jamais mencionados na história…..acesse o link da livraria cultura e digite reverso…a capa do livro é linda ela traz o universo de fundo..
    http://www.livrariacultura.com.br/scripts/resenha/resenha.asp?

Tem algo a acrescentar?