O Livro das Virtudes (The Book of Virtues) – William J. Bennett

Oi! É sexta feira e eu acordei feliz e animada: além de ser fim de uma semana bem cansativa – que ainda não terminou! meu dia vai ser bem cheio hoje – ontem eu recebi um prêmio de sorteio literário que ganhei, e aí tenho mais um livro pra ler! Comemorando meu bom humor e as boas coisas da vida, escolhi falar de um livro muito especial. Não é um romance, não é uma novela, não é uma peça, é uma Antologia. Hoje é dia de “O Livro das Virtudes”.

Scan

“Disciplina, compaixão, responsabilidade, amizade, trabalho, coragem, perseverança, honestidade, lealdade e fé: virtudes universalmente reconhecidas como necessárias à verdadeira formação moral de qualquer cidadão. A vida em comunidade reclama cada vez mais o exercício destas virtudes. A tradição ocidental reúne há séculos histórias que ilustram à perfeição estas virtudes. São histórias eternas que vêm de diversas épocas, dos mais variados lugares, das mais diferentes culturas. São poemas, fábulas, lendas contos de fada, relatos biográficos, cartas, discursos que apresentam a palavra iluminada da Bíblia, Platão, Esopo, Shakespeare, Grimm, Andersen, Oscar Wilde, Tolstoi, Kipling e muitos outros. A edição brasileira acrescenta a estes nomes os de Camões, Eça, Machado, Lobato, Bandeira, Drummond, Cecília, Vinícius e outros. Este é um livro para ler e reler, folhear, marcar passagens favoritas, contar para as crianças, discutir com os jovens, recordar uma história aqui e ali. E para ser ponto de partida para outras leituras.”

Ganhei esse livro de presente no meu aniversário de 15 anos, e lembro da minha alegria ao rasgar o papel de embrulho e encontrá-lo. Apesar de ser uma leitora voraz, quase ninguém me dá livros, sempre com a desculpa de que posso já ter lido qualquer coisa que me deem, então quando percebi que tinha ganhado três em um aniversário, fiquei feliz. Mais feliz – e emocionada – ainda fiquei quando terminei a leitura, e vi que esse seria um dos meus livros de cabeceira por muitos anos ainda.

“Antologia”, em grego, quer dizer “coleção de flores” (lindo, né?), e é uma coleção de trabalhos literários que pode ser agrupado por alguns critérios, entre eles o da temática, como é o caso desse livro, que agrupa entre as virtudes trabalhos de vários autores. É como um presente, já que os textos mais bonitos, mais fantásticos e mais inspiradores sobre cada tema estarão ali. Sempre que quero encontrar alguma coisa bonita, sei que posso voltar ao livro e procurar a passagem apropriada. Como não há o que falar sobre uma história ou sobre personagens, posso dizer que os textos foram muito bem escolhidos, pois refletem bem a mensagem do escritor que os reuniu. Cada um deles traz uma contribuição importante, e achei que a combinação de todos criou um livro muito inteligente e sensível, que dá pra reler sempre, independentemente da ordem.

Esse é um livro que recomendo sem medo, pra todas as pessoas, independente da idade. Sempre há alguma coisa para aprender, e acho que dá pra criar uma antologia pessoal para cada um a partir da leitura deste livro.

Espero que tenham gostado! Bom fim de semana para todos e até a próxima!


Tem algo a acrescentar?