O Pacto (The Pact) – Jodi Picoult

Olá! Resolvi falar de uma autora que não acho que já tenha visto alguém ler, apesar de saber que os livros dela são vendidos no Brasil. Ganhei esse livro de um amigo da minha mamma, o João, que foi aos EUA em 2011 e o trouxe para mim. Gostei tanto (e sofri demais lendo!) que resolvi, quando olhava minha estante, escolhendo um título, que seria o próximo a ser resenhado. O livro de hoje é “O Pacto”, e eu não acho que precise fazer uma mea culpa pelos nomes em inglês, já que não parece haver nada que mude de forma muito substancial nas traduções.

“O Pacto” conta a história das famílias Hart e Gold. Vizinhos e amigos há muitos anos, eles veem, felizes, seus filhos Emily e Chris se envolvendo romanticamente. Parece um verdadeiro sonho, uma relação que coroaria a felicidade da história entrelaçada das duas famílias. Tudo muda quando Emily morre com um tiro na cabeça ao lado de Chris, que é encontrado desmaiado pela polícia. Ele afirma que os dois tinham um pacto de suicídio, mas as evidências nem suportam nem rejeitam essa versão da história, e os pais de Emily não veem a filha como uma suicida. Teria Chris assassinado Emily? E como essa morte vai alterar a vida das duas famílias?

O livro é ótimo, mas agoniante! Como sua narração é dividida em “now” e “then” (“agora” e “antes”), o leitor fica indo e vindo, e juntando as informações aos poucos, e o que se vai descobrindo é devastador! Eu, pelo menos, não esperava que as personagens, que no início pareciam ser de uma forma, iam dar um giro de quase 180º em suas personalidades. A narrativa cobre também as relações dos pais dos meninos, e que quarteto interessante os casais formam. As relações marido-esposa, vizinho-vizinho, vizinha-vizinha e vizinho-vizinha mostram que o que se passa na cabeça dos jovens pode ter começado por causa dos pais.

Chris e Emily foram minhas personagens preferidas, mesmo que de Emily só se possa saber quando se narra a parte do “then” (que se passa durante o crescimento deles, a infância, adolescência e início de relacionamento dos dois). Fiquei um pouco pasmada com a ingenuidade do Chris, que não parece perceber o que se passa na mente da namorada, quando para mim parecia claro como cristal, mesmo que eu não tivesse acompanhado-a a vida toda, como seria o caso dele. É um livro muito bom, mas um pouco tenso: a vida de Emily, principalmente, não foi fácil até sua morte, mas tudo é apenas entrevisto, e dá uma agonia grande ver aquela menina com problemas e não poder ajudar! Eu gostei muito mesmo do livro, recomendadíssimo!

Espero que tenham gostado! Bom resto de semana e até a próxima!


2 thoughts on “O Pacto (The Pact) – Jodi Picoult

  1. Marina,
    Você poderia colocar nas categorias os nomes do autores e estilos de livro (drama, policial, romance, etc.). Assim, quando alguém (ou vc mesma) for procurar no site resenhas sobre algum autor específico ou algum estilo, fica mais fácil de achar.
    Bem, é apenas uma sugestão! 😉
    beijos,
    Vivian

    • Oi Vivian! Pois é, isso era feito no endereço antigo do blog, eu só não tive tempo de terminar de configurar isso aqui! Mas é um trabalho em andamento! Estou consertando as tags também, ainda tem uns posts sem nenhuma! =)

Tem algo a acrescentar?