Paris: Passeios

Oi! Dando continuidade aos posts sobre a minha viagem, vim falar dos meus passeios preferidos em Paris – e daqueles que não achei tão incríveis. Não vou esmiuçar todos os lugares que visitei, porque existem vários sites de viagem por aí que dão detalhes maiores, então espero que esse apanhado seja útil para quem quer ver uma opinião ligeiramente diferente do tradicional!

Lógico que a primeira foto tinha de ser da torre, né?

Lógico que a primeira foto tinha de ser da torre, né?

Lembrando que eu não sou fotógrafa profissional, então desculpem se meus registros não são tão bons assim – ainda que não sejam maravilhosos, no entanto, são meus, então a reprodução não está autorizada! Pra continuar lendo, clique em “read more” aí em baixo!

Os mais legais

Musée d’Orsay

Paris é uma cidade linda, e uma mera voltinha de ônibus ou em uma das linhas de metrô que não correm por baixo da terra já mostram tanta beleza que basicamente paga pela viagem; isso dito, obviamente que fiz vários passeios, tanto gratuitos quanto pagos. Eu adoro museus, então aproveitei a oportunidade para ver o máximo que podia, e aí chegamos ao meu primeiro passeio preferido: o Musée d’Orsay (Museu de Orsay).

Dentro do museu

Dentro do museu

O museu foi construído dentro de uma antiga estação ferroviária e abriga muitas obras impressionistas (minha escola de artes plásticas preferida). Foi lá que eu vi quadros do Monet que conhecia desde criança, já que minha casa tinha algumas reproduções, além dos quadros e esculturas de bailarinas do meu amado Degas! O museu é lindo, as obras são lindas e não é um passeio cansativo, então só tenho elogios a fazer!

Opéra de Paris

Como boa bailarina é óbvio que ia correndo ver um dos grandes templos dessa forma de arte, né? Foi meu primeiro passeio em Paris e o mais querido, que vai ficar no meu coração pra sempre! O tour é interessantíssimo e o prédio é maravilhoso, e se quem não é bailarino já se encanta, imagina eu, que estava super emocionada?

Uma foto e um turbilhão de sentimentos!

Uma foto e um turbilhão de sentimentos!

Esta é a biblioteca da Opéra! Meu coração de leitora quase parou quando entrei nesse lugar!

Esta é a biblioteca da Opéra! Meu coração de leitora quase parou quando entrei nesse lugar!

Notre-Dame de Paris

Não esperava me apaixonar tanto por uma igreja! Os vitrais são realmente de tirar o fôlego e eu fiquei muito emocionada de entrar ali. Quando voltar a Paris faço questão de revisitar esta igreja, porque a achei de uma beleza sem igual!

Olha que linda a árvore de Natal!

Olha que linda a árvore de Natal!

Shakespeare and Company

Nunca pensei que fosse realmente encontrar esta livraria, que tem uma história tão interessante que merecia post próprio! Perdi as contas de quantas vezes a visitei, mas só comprei mesmo dois livros lá, já que, devido a fama, tudo é bem superfaturado, infelizmente!

Esta foto foi publicada originalmente no instagram do blog! Você já segue? @omundodamarina

Esta foto foi publicada originalmente no instagram do blog! Você já segue? @omundodamarina

Os mais-ou-menos

“Mas Marina, como pode ter coisa mais ou menos em Paris?”, vocês me perguntam. Não só pode como tem, mas tem explicação: é que depois de ver tanta coisa incrível, o que é menos maravilhoso acaba por ficar meio… mais-ou-menos! Não quer dizer que não é bonito ou impressionante, é só que, às vezes, esperávamos mais

Arc de Triomphe

Depois de tirar uma foto ou duas nele, acaba a graça. É lindo, e pra quem encara subir em lugares altos a vista é supostamente maravilhosa. Não é meu caso, então entra nesta categoria.

10308122_824270204304692_9148704563474939846_n

Basilique du Sacré-Cœur

Eu conheci esta igreja antes da Notre-Dame, e tinha lido em vários lugares que é mais bonita. É realmente linda, mas também barulhenta, até mais que a parenta mais famosa, e não tão impressionante, pelo menos pra mim.

10978557_824270574304655_1643759164182812159_n

Tour Eiffel

Não me matem! Vou explicar: a Torre é sim muito impressionante quando vista pela primeira vez ao vivo. Pra começar que nem todo o aviso te prepara para o tamanho dela, é realmente gigantesca, e além disso dá uma sensação mágica de que você finalmente chegou a Paris, mesmo que tenha conhecido a cidade inteira antes. Quando a vi acesa, à noite, também a achei incrível, mas não foi o passeio mais legal que eu fiz, devo dizer. Não a estou desmerecendo, só contando que tem coisas bem mais impressionantes!

Não dá pra negar o fascínio nem a beleza dela!

Não dá pra negar o fascínio nem a beleza dela!

As decepções

Não estou dizendo que os passeios desta categoria tenham sido desperdícios ou que eu não tenha gostado deles. A questão é que eu tinha expectativas tão enormes que me decepcionei com o que encontrei, infelizmente!

Château de Versailles

Pois é. Me recomendaram tanto o palácio que quando vi o tamanico do passeio dentro dele fiquei chocada. Sorte que não tinha pago entrada, porque é o passeio mais caro (18 euros para ver tudo: palácio, jardins, petit trianon e grand trianon) e achei que podia ser bem mais legal.

10409033_824270734304639_7389800742764576252_n

A entrada do palácio

Moulin Rouge

Esse eu já imaginava que seria meio tosco, já tinham me avisado, mas ver pessoalmente é outra coisa: depois de ler o livro e ver o filme, esperava pelo menos um pouquinho da antiga glória pairando sobre o lugar, mas não foi o que achei. Só vi por fora, afinal não ia pagar 200 euros (sim, é o preço do espetáculo + jantar!) pra entrar num lugar que não me atraiu nem por fora.

Cadê La Goulue?

Cadê La Goulue?

Bateaux-Mouches

Outro passeio que me decepcionou foi a voltinha num daqueles barcos que mostram paris a partir do Sena. Escolhi a companhia mais antiga, Bateaux-Mouches, mas achei o passeio cansativo. Em defesa do passeio, no entanto, devo dizer que no verão ou na primavera deve ser mais divertido, já que dá pra ficar do lado de fora do barco: no dia que eu fui estava tão frio que fiquei dentro, onde tinha aquecedor, então não teve a mesma magia.

10309477_824271064304606_3602592261262233415_n

Uma das pontes do Sena, fotografada de dentro do barco.

Musée du Louvre

Sinto as pedras vindo na minha direção, mas devo dizer que o Orsay é MUITO mais legal do que o Louvre, que é grande demais e cansativo de visitar – sem falar que no Orsay a quantidade de gente mal educada é muito menor, enquanto no Louvre eu fui empurrada por um grupo durante todo o tempo que fiquei na fila. Desagradável, pra dizer o mínimo.

Só assim pra ver o quadro mais famoso do mundo: por foto! Infelizmente a maioria dos turistas só quer fazer uma "selfie" na frente das obras e nem presta atenção nas explicações ou mesmo para pra observar os quadros. Pena, pois é bem mais legal guardar na memória!

Só assim pra ver o quadro mais famoso do mundo: por foto! Infelizmente a maioria dos turistas só quer fazer uma “selfie” na frente das obras e nem presta atenção nas explicações ou mesmo para pra observar os quadros. Pena, pois é bem mais legal guardar na memória!

Extras

Estes são dois passeios legais que eu fiz, mas que não entram nas categorias acima, até porque, acredito que só os faça quem realmente quer ver tudo – como era meu caso.

Place de la Bastille

10945497_824281030970276_901847867985575896_n

Musée du Luxembourg

Este museu entrou nos meus planos quando já estava em Paris: uma exposição de impressionistas me atraiu pra ele e eu amei: só tinha locais, então nada de confusões turísticas que eu, ironicamente, detesto!

Este museu entrou nos meus planos quando já estava em Paris: uma exposição de impressionistas me atraiu pra ele e eu amei: só tinha locais, então nada de confusões turísticas que eu, ironicamente, detesto!

Ufa! Espero ter coberto pelo menos parte do que é interessante de ver em Paris, pelo menos em termos de passeios! Espero que essas dicas e opiniões ajudem quem quer visitar a Cidade Luz e não sabia bem o que ver. No próximo post vou dar umas dicas gerais sobre a viagem e espero que seja bem útil!

Espero que tenham gostado! Bom fim de semana para todos nós e até a próxima!


2 thoughts on “Paris: Passeios

    • Olá! Também a achei belíssima, mas depois de ver a Notre-Dame, não consegui sentir a mesma emoção, sabe? Acontece, cada um acaba achando uma coisa mesmo…

      Obrigada pela visita! =)

Tem algo a acrescentar?