Vocação para o Mal (Career of Evil) – Robert Galbraith

Posted on

Oi! Com o fim do ano mais perto do que longe resolvi que é hora de começar a resenhar os livros lidos em 2016 – que não andam lá sendo muitos… Como estou num clima pra séries, pelo menos quando se trata das resenhas aqui do blog, vamos de “Vocação para o Mal”, terceiro volume da minha série policial preferida atualmente.

careerofevil

Pode conter spoilers involuntários dos livros anteriores

“Quando um pacote contendo a perna decepada de uma mulher é entregue a Robin Ellacott, seu chefe, o detetive particular Cormoran Strike, suspeita de quatro pessoas de seu passado que poderiam ser capazes de tamanha brutalidade. Mas quando a polícia foca no suspeito que Strike tem cada vez mais certeza de que não é o criminoso, ele e Robin precisam correr contra o tempo para descobrir a verdade. Depois de O chamado do Cuco e O bicho-da-seda, o terceiro romance da aclamada série escrita por Robert Galbraith, pseudônimo de J. K. Rowling, é um suspense inteligente, com reviravoltas inesperadas a cada página, e também a emocionante história de um homem e de uma mulher numa encruzilhada em suas vidas pessoais e profissionais.”

Já deve ter ficado óbvio que eu me apaixonei por essa série. Adoro mistérios, adoro ver um submundo revelado e adoro uma história de amor daquelas escondidas, que demoram a se revelar totalmente, mas que você sente que estão por ali, se preparando. Achei aqui um pouco de cada uma dessas coisas, então não podia estar mais feliz. Quando o terceiro livro foi publicado tratei de comprá-lo e devorá-lo. Devorar livros assim, de impulso, anda sendo coisa mais e mais rara, nessa estranha nova fase da minha vida, então quando aparece algo que me faça parar minha vida para ler, fico incrivelmente grata.

A história em si é simples, já que livros policiais não precisam de muitos meandros: crime, investigação, descoberta, captura. Quando conseguimos dar uma entreolhada na cabeça do assassino é melhor ainda, na minha opinião, já que podemos ver os próximos passos da investigação se cruzando com as novas intenções dele, e a ação não fica relegada aos momentos finais. Aqui, realmente, temos um pouco de tudo, então é um livro policial do tipo completo! A única coisa ruim é ter que esperar tanto pelo próximo, já que o final me deixou ansiosíssima – mais do que já sou. Recomendo sem contra indicações!

Espero que tenham gostado! Boa semana para todos nós e até a próxima!

Série Cormoran Strike:

1- The Cuckoo’s Calling (O Chamado do Cuco)

2- The Silkworm (O Bicho-da-Seda)

3- Career of Evil (Vocação para o Mal)


O Bicho-da-seda (The Silkworm) – Robert Galbraith

Posted on

Oi! É dia de série no blog, e escolhi dar continuidade a esta, assim à medida que os livros forem lançados eu posso resenhá-los “em tempo real” (ou o mais próximo disso que eu conseguir). Vamos de “The Silkworm”, que eu li antes mesmo de ser traduzido!

8582761

“O detetive Cormoran Strike está de volta, ao lado de sua fiel assistente Robin Ellacott. Dessa vez, o veterano de guerra terá que solucionar o brutal assassinato de um escritor. Quando o romancista Owen Quine desaparece, sua esposa procura o detetive particular Cormoran Strike. Inicialmente ela pensa apenas que o marido se afastou por alguns dias como fez antes e quer que Strike o encontre e o leve para casa. Mas, à medida que investiga, fica claro para Strike que há mais no sumiço de Quine do que percebe a esposa. O escritor acabara de concluir um livro retratando maldosamente quase todos que conhece. Se o romance fosse publicado, a vida deles estaria arruinada – assim, muita gente pode querer silenciá-lo. E quanto Quine é encontrado brutalmente assassinado em circunstâncias estranhas, torna-se uma corrida contra o tempo entender a motivação de um assassino impiedoso, diferente de qualquer outro que Strike tenha encontrado na vida.”

Eu encomendei este livro na pré-venda, porque queria logo conhecer a continuação das aventuras do detetive que ganhou minha simpatia – e porque não queria demorar tanto pra ler, como aconteceu com “The Cuckoo’s Calling”. Assim que o livro chegou, no entanto, teve que esperar um espacinho, porque eu estava lendo tanta coisa pra faculdade que não estava com tempo pra mais nada, e ele ficou na fila. Assim que pude, no entanto, tratei de devorá-lo, e não me arrependi: a história é ainda melhor que a do primeiro livro!

A narrativa é no melhor estilo J. K., e acho que ela está se aprimorando muito no gênero policial. Além disso o mistério colaborou, porque era muito difícil imaginar de quem era a culpa (tudo bem que o assassino do primeiro livro também me impressionou muito, mas este livro foi bem mais brutal). Achei genial o modo como o crime é cometido, investigado e exposto, e achei que as personagens – todas envolvidas no meio literário – dão um tempero todo especial à investigação. Devidamente recomendada, esta história me tirou o fôlego (e isso anda cada vez mais raro, com a quantidade de livros ruins que eu ando lendo…).

Espero que tenham gostado! Bom resto de semana para todos nós e até a próxima!

Série Cormoran Strike:

1- The Cuckoo’s Calling (O Chamado do Cuco)

2- The Silkworm (O Bicho-da-Seda)


O Chamado do Cuco (The Cuckoo’s Calling) – Robert Galbraith

Posted on

Oi! Agora que o aniversário passou me sinto menos melancólica, então resolvi aproveitar o dia de série no blog pra começar a falar de uma nova. Pra quem não sabe, essa série é, na verdade, escrita pela J. K. Rowling, e o pseudônimo foi uma forma que ela encontrou de saber se as pessoas realmente gostavam de seu trabalho ou se era apenas o peso de seu nome que levava fama a seus livros. Hoje é dia de “The Cuckoo’s Calling” (preciso dizer que o título vai na língua em que eu li o livro?).

“Quando uma modelo problemática cai para a morte de uma varanda coberta de neve, presume-se que ela tenha cometido suicídio. No entanto, seu irmão tem suas dúvidas e decide chamar o detetive particular Cormoran Strike para investigar o caso. Strike é um veterano de guerra, ferido física e psicologicamente, e sua vida está em desordem. O caso lhe garante uma sobrevida financeira, mas tem um custo pessoal: quanto mais ele mergulha no mundo complexo da jovem modelo, mais sombrias ficam as coisas e mais perto do perigo ele chega. Com a ajuda da secretária e assistente, Robin, ele mergulha na atmosfera de Londres, das abafadas ruas de Mayfair e bares clandestinos do East End para a agitação do Soho, procurando respostas para um crime que nem a Scotland Yard solucionou.”

No fim do ano passado, quando comprei esse livro, ele já tinha sido lançado, feito sucesso, tido sua verdadeira autora descoberta e uma sequência já tinha sido anunciada. Surpreendentemente pra mim, eu não sabia de quase nada, a não ser que ele tinha sido escrito pela J. K. Rowling sob pseudônimo e que eu ainda não o tinha visto para vender em inglês na livraria que costumo frequentar. Encomendei uma cópia e a devorei no minuto que chegou aqui em casa, em janeiro, pouco antes de eu viajar. Adoro histórias de detetive desde criança, e não pude deixar de querer ler uma que foi escrita por uma das minhas autoras preferidas!

Bom, comecemos pela história. O mistério é ótimo, e a atmosfera com que é combinado é melhor ainda: nada como um detetive cheio de problemas pessoais para serem resolvidos que lida com um mistério que, por si só, é cheio de outros problemas (alô amor pelo submundo!). Vou admitir que não descobri quem era o culpado até a revelação final e que fiquei positivamente surpresa, mas também devo admitir que, apesar de devorar histórias de detetive, só acerto o culpado em mais ou menos 50% dos casos!

As personagens são muito boas, ainda que não totalmente desenvolvidas – o que não é de se surpreender, visto que o livro é parte de uma série -, então o pouco que pudemos ver delas aqui já dá um gostinho do que vem depois, e é muito bom ver como todos evoluem (estou falando isso porque já li o primeiro livro da sequência, “The Silkworm” [ainda não lançado no Brasil]). Minhas personagens preferidas são o protagonista, Cormoran Strike, e sua assistente, Robin: acho que formaram uma boa dupla e gostei de como entraram na vida um do outro. Não gostei muito de Matthew, noive de Robin, e isso só se aprofundou mais no livro seguinte. No todo, um livro muito bom, parte de uma série muito promissora! J. K. se superou de novo, e eu mais que recomendo a leitura!

Espero que tenham gostado! Boa semana para todos nós e até a próxima!

Série Cormoran Strike:

1- The Cuckoo’s Calling (O Chamado do Cuco)

2- The Silkworm (O Bicho-da-Seda) [ainda não lançado no Brasil]