O Diário de Anne Frank (Het Achterhuis) – Anne Frank

Posted on

Oi! Mais uma semana começando, e eu prometo que teremos compensação pela resenha perdida semana passada, quando o blog precisou passar por manutenção. Hoje é dia de mais um livro lido no primeiro semestre deste ano, parte do Desafio da Rory e de uma promessa feita pra mim mesma há anos. É dia de “O Diário de Anne Frank”.

odiariodeannefrank

“12 de junho de 1942 – 1º de agosto de 1944. Ao longo deste período, a jovem Anne Frank escreveu em seu diário toda a tensão que a família Frank sofreu durante a Segunda Guerra Mundial. Ao fim de longos dias de silêncio e medo aterrorizante, eles foram descobertos pelos nazistas e deportados para campos de concentração. Anne inicialmente foi para Auschwitz, e mais tarde para Bergen-Belsen. A força da narrativa de Anne, com impressionantes relatos das atrocidades e horrores cometidos contra os judeus, faz deste livro um precioso documento. Seu diário já foi traduzido para 67 línguas, e é um dos livros mais lidos do mundo. Ele destaca sentimentos, aflições e pequenas alegrias de uma vida incomum, problemas da transformação da menina em mulher, o despertar do amor, a fé inabalável na religião e, principalmente, revela a rara nobreza de um espírito amadurecido no sofrimento. Um retrato da menina por trás do mito.”

Eu já queria ler este livro há anos, mas histórias passadas em Guerras, especialmente a Segunda Guerra Mundial, sempre me deixam muito pra baixo, e eu ficava adiando. Só que eu queria muito conhecer essa menina, que mereceu tantas homenagens e que viveu um horror tão grande, pra tentar entender como era a vida dos refugiados, dos que se escondiam e dos que não conseguiam escapar. Não houve janela maior para essa triste situação do que este livro, que é uma história real, e que mostra tudo de acordo com os olhos de uma menina criada por uma família amorosa mas não sem defeitos ou problemas. Como passei a tentar cumprir o Desafio da Rory e vi que o livro figurava a lista, foi a oportunidade perfeita para deixar o medo de lado e finalmente conhecer a história que eu tanto temia ler.

Não há que se falar de personagens, já que são pessoas reais; não há que se falar de uma história, já que tudo ali aconteceu, o que dá pra dizer é que Anne, apesar de muito jovem, escreve muito bem e parece uma menina dedicada e sensível, ainda que seja óbvio que sofre das dificuldades que passam todas as adolescentes do mundo: sentimento de inadequação, disputa e vontade de se encaixar, que são ainda mais complicados de lidar quando se está presa em um anexo secreto, convivendo 24 horas por dia com as mesmas pessoas e sem ter direito a privacidade. Mesmo com todas as dificuldades que passa, e essas não são poucas, achei que Anne é corajosa e muito doce, até. Fiquei tocada e emocionada com essa menininha que cresceu mais do que devia e antes da hora, e que teve um fim tão triste. É um livro muito bonito, mas se você, como eu, for dado a ataques de melancolia, pode sentir uma pontinha de dor no coração quando a narração for interrompida. Ainda assim, recomendo: acho que é o tipo de livro que todo mundo deveria ler!

Espero que tenham gostado! Boa semana para todos nós e até a próxima!


Sweet Sixteen Princess – Meg Cabot

Posted on

Oi! Acho uma graça imensa por a resenha e hoje ter caído no dia do meu aniversário, assim fico dentro do tema. Aliás o dia de hoje amanheceu todo cheio de encanto (apesar da minha insônia): tinha chuva, nuvens cinzentas e um frio ótimo! Um belo dia para se fazer aniversário – ainda que eu só vá celebrar mesmo amanhã! No mais, é dia de Princesa (a Mia, óbvio), com “Sweet Sixteen Princess” – que eu acho que nunca foi traduzido para o português…

Sweetsixteenprincess

Pode conter spoilers involuntários dos livros anteriores

“Dezesseis é o número mágico. Mia nem sempre tem a melhor sorte com festas, por isso mesmo é que em seus dezesseis anos, ela não quer uma festa de aniversário. Como de costume, Grandmère tem outras idéias, e acha que um especial de TV é apenas a coisa mais apropriada para celebrar regiamente. Todo o esquema cheira a obra de Lilly – Lilly, cujo programa de TV próprio ainda é limitado apenas para os telespectadores de TV a cabo locais. Mia vai ser capaz de parar o plano de Grandmère? Será que seus amigos nunca irão perdoá-la se ela não parar com isso, uma vez que envolve todos eles levando o jato real para Genovia para uma extravagância do tipo que iria deixar até mesmo Paris Hilton verde com inveja? Por que Mia não pode obter o que ela realmente quer: uma noite sozinha com Michael? Com um pouco de sorte, neste aniversário a princesa pode obter o seu desejo – um aniversário que é regiamente romântico.”

Esse livro é pequenininho, mas é uma diversão só! As confusões em que a avó da Mia a mete são simplesmente super cômicas, e o desespero da própria querendo sair delas são mais hilárias ainda! E podemos falar sobre o Michael, troféu namorado mais fofo da vida? Coisa mais linda foi ver os dois e como as coisas ficaram no final! Um livro fofinho, rapidinho de ler e bom pra passar um tempinho distraída. Recomendo!

Espero que tenham gostado! Bom resto de semana para todos nós, feliz aniversário pra mim e até a próxima!

Série “O Diário da Princesa”:

01- O Diário da Princesa

02- Princesa sob os Refletores

03- Princesa Apaixonada

04- Princesa à Espera

04 e 1/4- Valentine Princess

04 e 1/2- Princess Project

05- Princesa de Rosa Shocking

06- Princesa Em Treinamento

06 e 1/2- O Presente da Princesa

07- Princesa na Balada

07 e 1/2- Sweet Sixteen Princess

08- Princesa no limite

09- Princesa Mia

10- Princesa Para Sempre

11- Royal Wedding (Ainda não traduzido para o português)

– Lições de Princesa


Princesa na Balada (Party Princess) – Meg Cabot

Posted on

Oi! Fui dormir às 2 e meia da manhã para ser acordada apenas três horas depois pelo meu despertador. Podia estar realmente furiosa por estar com a insônia pior que o normal, mas tinha chuva. É, choveu em Brasília, o que significa que a seca vai acabar mais cedo do que tarde – e ainda bem, porque eu já estava enlouquecendo. Acho até graça, então, que hoje seja dia de resenhar “Princesa na Balada”, já que, sono à parte, eu também ando com vontade de celebrar!

princesanabalada

Pode conter spoilers involuntários dos livros anteriores

“Mia, como presidente do conselho estudantil, quer resolver os problemas financeiros do Albert Einstein: descobriu que a compra dos cestos de lixo da escola acabou com os fundos do conselho estudantil. Agora, é impossível alugar o salão Alice Tully para a grande festa de formatura. Por outro lado, nesta primavera, ela está decidida a se divertir! Por sorte (ou por azar, dependendo do ponto de vista), Grandmère tem um plano elaborado para arrecadar fundos parta o conselho e, ao mesmo tempo, alçar Mia à fama teatral. Mas, por trás das “boas” intenções de sua avó, tem uma grande armação: promover a união romântica entre Mia e um partidão, que não é seu atual namorado. Não é sem motivo que Michael, o amor da vida de Mia, acha que a avó da menina é louca ou, pior ainda, uma inimiga declarada. Mas os agitos não param por aí. Mia precisa comparecer a uma festa que Michael dará em sua casa, aproveitando a ausência dos pais. Na balada, várias garotas mal-intencionadas da faculdade estarão presentes. O problema é que Mia não é lá de bebedeiras e ainda não está pronta para “Fazer Aquilo”… Mas, e se as outras meninas forem muito mais divertidas (e ainda por cima sexualmente experientes)? Michael continuará gostando dela? Ele seria capaz de trocá-la pelas garotas da faculdade?”

No sétimo volume da série conhecemos um pouco melhor uma personagem que se mostra bem importante mais pra frente na narrativa, ainda que a essa altura não dê pra notar isso, O Cara Que Detesta Que Coloquem Milho no Feijão, ou John Paul Reynolds-Albernathy IV – o J.P.. Eu devia ter desconfiado, quando ele apareceu, que não ia gostar de uma personagem tão pomposa e com um nome tão fresco, mas não o fiz. De qualquer modo, ele não mostra seu potencial pra ser irritante nesse livro. O troféu fica pra dupla Mia e Lilly, que estão em conflito com a situação financeira do conselho estudantil – além de não estarem exatamente demonstrando compreensão com os problemas dos outros (mas, em defesa da Mia, pelo menos ela não sabia, o que não pode ser dito da Lilly, já que ela mora com os problemas, por assim dizer).

Esse não foi o melhor livro da série, mas ainda assim é bom e divertido, como costumam ser os livros da Meg, então eu recomendo bastante – até porque, se você está acompanhando a série é importante seguir a continuidade, o que significa que precisa ler este aqui pra entender boa parte do que vem nos próximos livros.

E é isso aí! Espero que tenham gostado, boa semana para todos nós e até a próxima!

Série “O Diário da Princesa”:

01- O Diário da Princesa

02- Princesa sob os Refletores

03- Princesa Apaixonada

04- Princesa à Espera

04 e 1/4- Valentine Princess

04 e 1/2- Princess Project

05- Princesa de Rosa Shocking

06- Princesa Em Treinamento

06 e 1/2- O Presente da Princesa

07- Princesa na Balada

07 e 1/2- Sweet Sixteen Princess

08- Princesa no limite

09- Princesa Mia

10- Princesa Para Sempre

11- Royal Wedding (Ainda não traduzido para o português)

– Lições de Princesa


O Presente da Princesa (The Princess Present) – Meg Cabot

Posted on

Oi! Hoje eu deveria resenhar um livro que não fosse uma série, mas como eu deixei de postar na sexta feira, estou aqui remediando meu erro e fazendo a resenha de agosto da série “O Diário da Princesa”. É dia do volume 6 e 1/2: “O Presente da Princesa”.

presenteprincesa

Pode conter spoilers involuntários dos livros anteriores

“Todo ano, Mia passa as férias natalinas com Grandmère, na Genovia. Desta vez, ela está à espera do Natal mais perfeito de todos os tempos: seu namorado, Michael, e sua melhor amiga, Lilly, virão para as festas também! Mas até mesmo os planos de uma princesa podem dar errado. Com tantos compromissos reais, ela não tem tempo para encontrar o presente perfeito para Michael e o que seria um feriado dos sonhos pode ser transformar num verdadeiro pesadelo.”

Já começo dizendo que, mesmo pra quem acompanha a série, esse livro não é obrigatório. Os acontecimentos dele não influenciam os livros posteriores a ponto de ser necessário lê-lo para entender o que se passa mais na frente. Dito isso, é um livro bem legal e fofinho, que dá pra terminar super depressa, e que mostra Mia em Genovia, algo que eu sempre gostei de ver na série – acho até que poderia ter sido um tantinho mais explorado, mas tudo bem.

Mia pode ter muitos defeitos, mas uma coisa ela certamente é: dedicada! Esse livro mostra como ela busca o presente perfeito para o Michael e como – descobrimos isso só no final – ele também faz o mesmo por ela, o que chega a ser cômico e fofo. É uma leitura levinha, tranquila e que não vai mudar sua vida, mas que pode te fazer sorrir e te deixar mais feliz até o fim do dia! Na minha opinião, todos precisamos de livros assim!

Espero que tenham gostado! Bom resto de semana para todos nós e até a próxima!

Série “O Diário da Princesa”:

01- O Diário da Princesa

02- Princesa sob os Refletores

03- Princesa Apaixonada

04- Princesa à Espera

04 e 1/4- Valentine Princess

04 e 1/2- Princess Project

05- Princesa de Rosa Shocking

06- Princesa Em Treinamento

06 e 1/2- O Presente da Princesa

07- Princesa na Balada

07 e 1/2- Sweet Sixteen Princess

08- Princesa no limite

09- Princesa Mia

10- Princesa Para Sempre

11- Royal Wedding (Ainda não traduzido para o português)

– Lições de Princesa


Princesa em Treinamento (Princess in Training) – Meg Cabot

Posted on

Oi! Desculpem por liberar resenha tão tarde! O servidor do blog ficou fora do ar boa parte do dia, e quando voltou eu estava trabalhando. Não podia deixar de vir aqui pra continuar a série “O Diário da Princesa”, no entanto, então é hora de “Princesa à Espera”, sexto volume a contar a história da Mia.

treinamento

Pode conter spoilers involuntários dos livros anteriores

“Mia está pronta para mais um ano letivo. Ou quase. É que as coisas não andam muito bem. Durante as férias de verão, período em que assume suas atividades como integrante da realeza, Mia manda jogar na baía de Genovia, infestada por algas-assassinas, dez mil lesmas sul-americanas. Mas o que deveria ser uma brilhante ideia acabou se tornando um enorme problema, e agora Genovia corre o risco de ser expulsa da União Européia. Mesmo preocupada com essa ameaça Mia precisa retomar os estudos. E logo percebe que o ano não será nada fácil. A volta às aulas não tem o sabor de novidade. Logo de cara, a princesinha percebe que geometria não é nada fácil e, em seguida, tira um B em redação: logo quando tinha decidido ser escritora! Além disso, Mia terá que enfrentar Lana, sua arqui-rival, em uma disputa acirradíssima: as duas competem pelo cargo de presidente do conselho estudantil, posição que exige certa popularidade entre os estudantes. Porém, o que está realmente tirando o sono de Mia é “Aquilo” – Lana já advertiu o que os garotos da faculdade esperam de suas namoradas e Michael agora é um universitário…”

Esse livro não foi tão legal quanto os anteriores, apesar de ter a mesma fórmula. Não é que a história não seja legal, nem que Mia não seja a mesma fofura desengonçada que não sabe se portar em grande parte das confusões em que se mete, mas é que aqui os Moscovitz me decepcionaram um pouco. Lilly, pra falar a verdade, já me deixava irritada há um tempo, já que manda e desmanda na Mia, mas aqui ela passa dos limites, já que quer que a Mia concorra ao cargo de presidente do Conselho Estudantil só pra assumir o cargo depois. Michael, que até esse livro tinha sido apenas um príncipe dos sonhos, resolveu que era ok dizer pra namorada que “não ia esperar pra sempre”. Dá pra sacar durante a leitura que a intenção dele não foi pressioná-la, que era uma piada e tudo mais, mas considerando-se o quanto a Mia é insegura – e que ele sabe disso -, um tantinho mais de sensibilidade seria bem interessante! Eu recomendo o livro porque ele é bom – não é fantástico mas também não é uma porcaria -, e pra quem quer acompanhar a série é importante conhecer a ordem correta da história.

Espero que tenham gostado! Bom resto de semana para todos nós e até a próxima!

Série “O Diário da Princesa”:

01- O Diário da Princesa

02- Princesa sob os Refletores

03- Princesa Apaixonada

04- Princesa à Espera

04 e 1/4- Valentine Princess

04 e 1/2- Princess Project

05- Princesa de Rosa Shocking

06- Princesa Em Treinamento

06 e 1/2- O Presente da Princesa

07- Princesa na Balada

07 e 1/2- Sweet Sixteen Princess

08- Princesa no limite

09- Princesa Mia

10- Princesa Para Sempre

 

– Lições de Princesa