Garota Exemplar (Gone Girl) – Gillian Flynn

Posted on

Oi! Sei que andei sumida das redes sociais do blog, e peço desculpas, mas na quarta feira à noite meu cachorrinho morreu, e eu fiquei sem muito clima pra nada. Ainda estou muito triste, pois ele era da minha família já há 14 anos, mas aos poucos vou me recompondo. Como meu humor anda estranho, flutuante, escolhi um livro bem eletrizante que não deixa paz ao leitor – e que foi uma das melhores leituras deste ano. Hoje é dia de “Garota Exemplar”.

capa_garota-exemplar_WEB

Na manhã de seu quinto aniversário de casamento, Amy, a linda e inteligente esposa de Nick Dunne, desaparece de sua casa às margens do Rio Mississippi. Aparentemente trata-se de um crime violento, e passagens do diário de Amy revelam uma garota perfeccionista que seria capaz de levar qualquer um ao limite. Pressionado pela polícia e pela opinião pública – e também pelos ferozmente amorosos pais de Amy –, Nick desfia uma série interminável de mentiras, meias verdades e comportamentos inapropriados. Sim, ele parece estranhamente evasivo, e sem dúvida amargo, mas seria um assassino? Com sua irmã gêmea Margo a seu lado, Nick afirma inocência. O problema é: se não foi Nick, onde está Amy? E por que todas as pistas apontam para ele?

Esse livro causou furor quando foi lançado, mas, à época, eu tinha uma lista grande demais pra ler e não pude conhecer a história. Mas li muitas críticas favoráveis e o adicionei à lista deste ano. Não me arrependi da minha escolha, e acabei por ler um dos melhores livros de investigação dos últimos tempos!

A narrativa se divide: parte é feita em tempo real, enquanto o desaparecimento de Amy é descoberto e investigado – essa parte é narrada por Nick -, e parte é narrada através dos diários de Amy, escritos ao longo dos meses que antecederam seu desaparecimento. Enquanto a narração de Nick nos deixa confusos sobre sua culpa – afinal, ele se diz inocente, mas não parece ser muito idôneo em suas ações, além de parecer não gostar tanto assim da esposa -, a narrativa de Amy nos faz ter certeza que ele tem o rabo preso. A combinação é incrível, e eu fiquei grudada ao livro até descobrir o que realmente tinha acontecido. Dá pra entender sem problemas, já que não é um livro rebuscado nem nada parecido, além de ser uma história realmente interessante e diferente da maioria dos dramas policiais que andam aparecendo por aí.

As personagens são excelentes, combinando com a história. Minhas preferidas foram mesmo o casal principal, com destaque para Amy, que é a maior doida varrida que eu li nos últimos tempos, e, ainda assim, não deixa de te prender ao que narra. Como personagens secundárias eu gostei de Margo, a irmã de Nick, porque ela é bem resolvida e não aceita besteiras – nem do irmão. Não vou contar o que acontece no livro, obviamente, mas vou dizer que é uma história que vale a pena conhecer: é realmente fantástica! E pra quem gosta de adaptações, o filme baseado no livro está quase pronto, e eu mal posso esperar pra ver o resultado final! Mais que recomendado!

Espero que tenham gostado! Boa semana para todos nós e até a próxima!

Aqui, o trailer do filme: