Testimony – Anita Shreve

Oi! Queria agradecer pelos desejos de feliz aniversário e votos de felicidade que tenho recebido desde segunda feira; fizeram meu aniversário feliz! Sobre o livro de hoje, ele não é feliz, mas foi um achado tão grande e eu acabei por gostar tanto, que não pude resistir e o escolhi para resenhar: hoje é dia de “Testimony”, de Anita Shreve.

Um tradicional colégio interno em Vermont é abalado em suas tradicionalistas estruturas quando uma sextape protagonizada por estudantes vaza e ameaça destruir a história e a reputação da escola. Protagonizando a fita estão os jogadores de basquete do time da escola, rapazes inteligentes e muito queridos pelos colegas; a fita poderia ser apenas constrangedora, não fosse a presença de uma menina de 14 anos nas imagens, enquanto os rapazes têm 18 e 19 anos. Enfrentando acusações de estupro, expostos em rede nacional e sendo condenados mesmo quando ninguém sabe bem o que aconteceu, os rapazes precisam encontrar um caminho em suas vidas, para deixar esses eventos para trás.

Esse livro não foi traduzido para o português ainda, e eu nunca tinha lido nada da autora. Para ser franca, nem sabia que ela existia até me deparar com seu nome na prateleira de livros com desconto da livraria “The Coop”, que fica na frente da Universidade de Harvard. Paguei um dólar por ele e com certeza valeu, pois gostei da leitura.

A narrativa se passa dois anos depois dos acontecimentos contados na sinopse, por várias pessoas que se envolveram de alguma forma no escândalo, direta ou indiretamente, incluindo alguns jogadores, a menina supostamente estuprada e o ex-diretor da escola. A história está sendo revivida pelos participantes a pedido de uma estudante de psicologia, que está estudando o caso. As histórias são narradas em primeira e terceira pessoa, e é daí que vem o nome do livro (Testimony quer dizer “testemunho”, como o que cada um dos envolvidos está dando para a tal pesquisadora).

As personagens são bem interessantes, mas achei Siena era incrivelmente irritante, assim como Silas, o garoto que ficou o tempo todo se punindo pelo que aconteceu. Não estou dizendo que ele não devia se sentir culpado, devia sim, mas a verdade é que ele foi o mais vitimizado dos rapazes, como se a inocência dele fosse mais real que a dos outros – e já que estavam todos no mesmo barco, não era o caso. Siena, a suposta vítima dos meninos, nada tem de vítima, lamento dizer, e à medida que o livro se desenrolou, a menina se tornou minha personagem preferida de odiar!

A história do livro foi supostamente baseada no escândalo do time de lacrosse da Universidade de Duke, e quando li sobre o caso percebi que realmente muita coisa é parecida, mas tem lá suas individualidades, logicamente. Como já tinha dito, foi a primeira vez que li algo de Shreve, mas gostei da narrativa dela, que descasca em camadas o que há para ser mostrado na história. Achei que foi um livro bem interessante, recomendo!

Espero que tenham gostado! Bom resto de semana e até a próxima (não se preocupem, teremos duas resenhas essa semana).


One thought on “Testimony – Anita Shreve

  1. Pingback: Pássaro do Paraíso (Little Bird of Heaven) - Joyce Carol Oates

Tem algo a acrescentar?