Ti Prendo e Ti Porto Via – Niccolò Ammaniti

Oi! Hoje eu volto a trabalhar, então estou animada – ainda que já saudosa das micro-férias. Aliás saudade é a palavra do dia: sinto falta da Itália e de tudo que envolveu minha estadia lá. Pra combinar minha animação de volta ao trabalho, minha vontade de voltar pra Itália e meu amor irreparável pela língua italiana, escolhi o primeiro livro que li inteiramente em italiano (e que, infelizmente, não tem tradução para o português), “Ti Prendo e ti Porto Via”.

ti_prendo_e_ti_porto_via

“Em Ischiano Scalo tem mar, mas não se vê. É uma vila de quatro casas ao lado de uma lagoa cheia de pernilongos. O turismo a evita porque no verão arde como uma grelha e no inverno se congela. Este é o cenário no qual se desenvolvem duas histórias de amor atormentadas. Pietro é um menino de 12 anos (e que parece mais novo) que está apaixonado por sua melhor amiga, Gloria. Graziano é um playboy falido e adolescente eterno, que volta para a cidade aos 40 anos depois de ter o coração partido pela primeira vez; em Ischiano Scalo, apaixona-se por Flora Palmieri, professora de Pietro e mulher misteriosa, que guarda segredos e mágoas. As duas histórias se desenvolvem e se tocam, interferindo uma na outra e alterando a vida dos dois homens para sempre.”

Bom, o primeiro livro que eu li parcialmente em Italiano foi “Scusa ma ti Chiamo Amore”, mas eu já o havia lido em português. Quando voltei da Italia (com 6 livros na mala, só), estava numa saudade tão grande que comecei a ler este imediatamente. Não é um clássico nem nada assim, mas eu sabia que tinha sido muito aclamado e me pareceu o tipo de história que eu ia gostar. Estava certa.

A narrativa do Ammaniti é fácil de entender, e tem uma característica bem particular: ele escreve uma frase perguntando, e logo em seguida responde a si mesmo (“Minha vida é sexo, drogas e… flamenco. Mas o que tem de errado com isso? Certamente muitas pessoas odiariam uma vida como a minha. À deriva. Desenraizada. Mas eu gosto.”); isso acontece bastante, mas faz parte do estilo dele de narrar, e eu gostei muito do conjunto que se formou entre história e narrativa. Aliás a história em si é cheia de pequenos submundos, do jeito que eu adoro.

As personagens dão o tom à história: Pietro é um menino quieto, calmo e apaixonado, ainda que nem saiba disso direito. A maneira como ele quer sair da situação em que vive me deixou muito movida, e tudo que acontecia a ele e o prejudicava me partia o coração. Foi minha personagem preferida. Graziano foi um que amei odiar, já que é um tremendo imbecil que só sabe atrapalhar os que estão a sua volta, mas é tão bem retratado pelo autor que fiquei fascinada por suas ações, uma mais estúpida que a outra. Minha personagem secundária preferida foi Gloria, porque é uma menina bem decidida e resolvida, ainda que seja tão novinha. Não gostei muito de Flora, mas não posso dizer o motivo sem estragar a história, então deixemos assim.

No todo, um livro ótimo, que me fez ter curiosidade pelas outras obras de seu autor. Com certeza vou ler mais Ammaniti, e recomendo esse livro com amor! (Pra quem não lê em italiano, fica a dica, ele foi traduzido para o inglês com o título de “I’ll Steal You Away”.)

Espero que tenham gostado! Boa semana para todos nós e até a próxima!


One thought on “Ti Prendo e Ti Porto Via – Niccolò Ammaniti

  1. Pingback: Retrospectiva Literária de 2014 - O Mundo da Marina

Tem algo a acrescentar?